O que é?

A Acupuntura é a prática fundamental da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), utilizada há mais de 4000 anos no Oriente e agora difundida no Ocidente.

Os fundamentos da Acupuntura têm comprovação científica no Brasil e a prática médica está entre as 50 especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Esta técnica se baseia em energias que percorrem o corpo através de trajetos chamados de meridianos ou canais de energia. Nesses meridianos existem pontos que podem ser alcançados por meio de agulhas, permitindo que sejam estimulados ou sedados, conforme o caso, para desbloquear a passagem da energia e permitir sua circulação e distribuição pelo organismo.

O médico acupunturista seleciona e faz a combinação dos pontos mais adequados para colocação das agulhas no paciente, de acordo com as desarmonias e características de cada indivíduo.

A Acupuntura aplicada por médico assegura que não sejam tratados apenas os sintomas, mas também as causas das doenças energéticas e orgânicas, que são a base dos quadros clínicos apresentados pelo paciente.

Muitos pessoas buscam na Acupuntura, o alívio de algum tipo de dor. Isto tem uma implicação bastante importante: a dor é um sintoma bastante genérico, que pode ser causado por uma série de afecções e funciona como uma espécie de alerta do corpo quando algo não vai bem. Desta forma o alívio passageiro da dor pode retardar e mascarar o diagnóstico de uma doença mais grave e acabar por comprometer o prognóstico do paciente. Ou seja para se tratar, é necessário que antes de mais nada se estabeleçam as causas dos sintomas e um diagnóstico preciso, sendo que o único profissional habilitado e com formação para isso é o medico.

A dor é apenas uma das manifestações dos desequilíbrios de energia do corpo. De acordo com a teoria dos “cinco movimentos”, cada um deles é representado por um órgão, uma cor, um sabor, um sentimento, etc. Ao promover o reequilibrio dos fluxos de energia que circulam através dos meridianos dos “cinco movimentos”, a Acupuntura proporciona não só a melhora dos processos dolorosos, como também acaba por harmonizar os outros distúrbios do organismo, como por exemplo as desordens de origem emocional e comportamental que podem se manifestar por meio de sentimentos como a raiva, medo, indecisão, preocupação excessiva, etc. Como vemos, Acupuntura prima por uma abordagem mais sistêmica e abrangente, tendo como princípio básico a harmonização do organismo como um todo.

Além da acupuntura clássica, podem ser associadas formas complementares para agir sobre a energia dos meridianos:

• Craniopuntura – É a aplicação das agulhas na região da cabeça. Esta parte do corpo apresenta muitos canais de energia que podem ser acessados pelas agulhas, com excelentes resultados para o paciente.
• Aurículo-Acupuntura – É a aplicação das agulhas na região das orelhas. São utilizadas agulhas menores devido à região ser mais sensível. Excelente acesso para tratamento de dores em diversas localizações do corpo. A utilização de sementes ou pequenas esferas nos pontos auriculares por alguns dias, tem por objetivo aumentar a duração do efeito da Acupuntura.
• Moxabustão – É a aplicação de calor geralmente usada para a tonificação dos pontos de acupuntura. No Instituto Médico Compasso utiliza-se o moxa elétrico, que não tem cheiro, ao contrário do tradicional bastão feito com a erva Artemisia. A aplicação é feita aproximando-se a extremidade do moxa elétrico ao ponto que se pretende tonificar, a uma distância segura que permita o aquecimento da pele, sem no entanto apresentar risco de queimaduras. Tem ótimos resultados também em quadros gripais iniciais.
• Eletroacupuntura – Aplicação de corrente elétrica de baixa intensidade, geralmente nas agulhas, que tem por objetivo amplificar o efeito da Acupuntura. Muito usada para analgesia de dores de origem músculo-esquelética.

O Compasso Instituto Médico conta em seus quadros com médica acupunturista formada pela Escola Paulista de Medicina, com cursos de pós-graduação na área.

As sessões de acupuntura são realizadas em sala individual com toda a estrutura necessária. Todos os detalhes do ambiente foram pensados de forma a contribuir com o processo de recuperação do paciente, criando uma atmosfera agradável, tranquila e acolhedora.

Na primeira consulta o médico busca estabelecer um diagnóstico clínico e nosológico baseados na Medicina tradicional chinesa e na Medicina ocidental. Os pontos são selecionados (prescrição) de acordo com o diagnóstico estabelecido. Após a limpeza da região, finíssimas agulhas descartáveis são inseridas na pele de forma praticamente indolor e deixadas no local por cerca de 20-30 minutos. Durante este período o médico poderá associar um estímulo elétrico de baixa intensidade às agulhas. Recomenda-se que o paciente não se mova bruscamente, de modo a evitar que haja algum desconforto ou complicação. As sessões subsequentes poderão ter os seus pontos modificados, de acordo com a evolução de cada caso em particular.

Especialistas

Especialidades

Educacional