O que é?

O que é?

Recomendada como tratamento para algumas enfermidades que acometem essa região, a cirurgia de quadril é uma subespecialidade dentro da ortopedia. Essas doenças, que podem ter origem muscular, tendinosa, articular ou nervosa, precisam ser criteriosamente acompanhadas para que o especialista avalie se existe possibilidade de tratamento clínico e/ou se o tratamento cirúrgico é a melhor solução.

Abordagens

Pubeíte e Sinfisíte
Patologia comum em atletas de alta performance acometendo principalmente jogadores de futebol, tênis e basquete. Consiste em inflamação do osso e tendões da região púbica que causam dor aos esforços e muitas vezes impedem a continuidade da prática esportiva.
Inicialmente de tratamento clínico, pode em alguns casos, necessitar de cirurgia. O reestabelecimento completo costuma se dar após alguns meses e permite o retorno ao esporte.

Artrose do Quadril
É o desgaste da junta que causa dor progressiva e incapacitante. Pode ocorrer tanto em jovens como em idosos. Inicialmente o tratamento é clínico e na falha deste, a cirurgia de prótese está indicada. Há de se esperar uma melhora muito importante na dor e no movimento do quadril após a artroplastia. O paciente já caminha no dia seguinte ao procedimento e fica internado normalmente de 2 a 4 dias.

Necrose do fêmur
É a interrupção da circulação sanguínea da cabeça do fêmur. Diversos fatores podem desencadear a doença sendo os principais: fratura do colo do fêmur, uso crônico de cortisona e consumo excessivo de álcool. O tratamento consiste basicamente em descompressão (técnica que alivia a pressão dentro do osso da cabeça do fêmur) ou na prótese de quadril.

Artroscopia e Impacto
Algumas doenças, como impacto fêmoro acetabular, podem ser tratadas com a artroscopia. Esta técnica consiste na introdução de uma câmera na articulação através de uma pequena incisão de cerca de 1,0cm. Como é uma cirurgia pouco invasiva, a recuperação se dá rapidamente.

Especialista

Especialidades

Educacional